As despesas do condomínio

Uma das funções do administrador do condomínio é elaborar o orçamento das receitas e das despesas do condomínio relativas a cada ano.
Para o efeito, devem ser considerados vários tipos de despesas que podem agrupar-se conforme o fim a que se destinam em:

Despesas de utilização
São despesas efectuadas para garantir o normal funcionamento do condomínio, tais como a água, electricidade, substituição de lâmpadas, material necessário para a gestão do condomínio como os livros de actas e de recibos, entre outros.

Despesas de Conservação
São despesas relacionadas com as obras de conservação que devem efectuar-se para evitar a degradação do edifício; obras que devem, de acordo com o Regulamento Geral das Edificações Urbanas, ser feitas de oito em oito anos. Podem incluir, por exemplo, a limpeza e pintura do edifício e/ou a substituição de canalizações danificadas , etc.

Despesas relativas a inovações
São as despesas tidas com a introdução de elementos novos no prédio destinados a trazer um maior conforto na sua utilização, como por exemplo a instalação de uma antena parabólica, de painéis de energia solar, a substituição da porta da entrada por outra mais segura…

Despesas relativas a serviços de interesse comum
São as despesas relativas à utilização e fruição das partes comuns, incluindo ordenados para funcionários afectos ao condomínio ou pagamento de contratos de prestação de serviços de manutenção de elevadores e de outros equipamentos comuns, os contratos de seguros e outros similares.

Etiquetas: , , , , ,

3 Respostas to “As despesas do condomínio”

  1. Vanessa Marques Says:

    Assumi o papel de administradora do meu prédio este ano e, ainda mal comecei, já considero a hipótese de propor que se entregue a administração a uma empresa de administração de condomínios.
    Na defesa dos interesses de todos, o administrador é visto por alguns como um “mau gestor” ao elaborar o orçamento do condomínio. Quando o administrador cessante apresentou o orçamento, com as despesas do ano passado, muitos exclamavam “Tanto??!” ou “Gastou-se tanto com a manutenção dos elevadores?”
    Não percebo, sinceramente. Os valores não deviam de ser novidade para ninguém, uma vez que estavam previstos quase na totalidade.
    Inovações? Para a maioria, nem pensar… Será tão difícil de entender que, além de aumentar o bem-estar de todos, também valoriza as fracções?

  2. Michael Dineen Says:

    Can you possibly send information in english please

    • lojadocondominio Says:

      Despite our efforts, we can’t yet provide the english version of the newsletter or articles. However, we are trying to do it as soon as possible.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: